Estado

Tecpar desenvolve novo dispositivo para hemodiálise

| 07/12/2018 - 17:45

Leandro Cavalcante Lipinski, médico veterinário e professor da UEPG (Foto: Silvane Trevisan Tonetti)

Pacientes que necessitam de hemodiálise poderão contar, no futuro, com um novo dispositivo que está sendo desenvolvido com a colaboração do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) e a Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG).
Único no mundo, o produto em desenvolvimento pela empresa Da Capo – Inovações em Saúde está em fase de estudos pré-clínicos no Tecpar e trará mais qualidade de vida aos pacientes.
A pesquisa é a primeira a ser apoiada pelo Laboratório de Técnicas Operatórias e Cirurgia Experimental, que é coordenado pelo Tecpar e pela UEPG. Hoje, para fazer hemodiálise, o paciente precisa se submeter à cirurgia de construção de Fístula Artério-Venosa (Fístula AV), procedimento que torna possível a conexão do paciente com a máquina de hemodiálise.
A hemodiálise é o procedimento pelo qual uma máquina limpa e filtra o sangue, fazendo parte do trabalho que o rim doente não pode fazer.
Segundo Josuê Bruginski de Paula, coordenador do grupo de pesquisas, a Fístula AV falha em 10 a 30% dos pacientes e apresenta uma alta incidência de complicações, sendo a principal causa de internamento entre os pacientes em hemodiálise, correspondendo a 25% do total das internações. O novo produto, que está em estudos, porém, dispensa a fístula, explica.
“Por evitar a Fístula AV, o dispositivo em estudo livra o paciente renal crônico das complicações e efeitos colaterais relacionados a ela, proporcionando significativa melhora na qualidade de vida. O produto torna indolor e rápida a punção dos vasos sanguíneos, com maior segurança, precisão e de fácil manipulação para pacientes e profissionais de saúde em centros de hemodiálise”, salienta.
Para chegar até os pacientes brasileiros, porém, o produto precisa ser registrado na Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa). Para obter o registro, o produto precisa passar por uma série de estudos, pré-clínicos (fase na qual o dispositivo desenvolvido pela Da Capo, Tecpar e UEPG se encontra) e clínicos, de acordo com as regras da Anvisa, explica a gerente do Centro de Experimentação Biológica do Tecpar, Meila Bastos de Almeida.
“O estudo pré-clínico será realizado ao longo de um ano, a partir de janeiro de 2019, no câmpus Araucária. A intenção do estudo é simular de modo mais fiel possível as condições de uso diário do paciente. Ao final do estudo pré-clínico, o dispositivo é submetido à Anvisa, que então solicita os estudos clínicos por parte dos pesquisadores”, diz.
O grupo de pesquisas é formado pelo médico, inventor, fundador da Da Capo e professor da UEPG, Josuê Bruginski de Paula; pelo diretor-presidente do Tecpar, Júlio C. Felix; pelo diretor Industrial do Tecpar, Rodrigo Silvestre; pela médica veterinária e gerente do Centro de Experimentação Biológica do Tecpar, Meila Bastos de Almeida; pela bolsista e médica veterinária Ariane Hruschkla; Leandro Cavalcante Lipinski, médico veterinário e professor da UEPG; e pelos cirurgiões vasculares da UEPG Ricardo Zanetti Gomes e Cesar Roberto Busato.
Fonte: AEN
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Estado'

Governo prepara lei para formalizar reforma administrativa

Governador anuncia redução de preços de serviços do Detran

Ratinho Júnior anuncia redução de preços de serviços do Detran

Nova gestão dos portos priorizará participação na logística nacional

Governo cria programa para instituir regras de conduta para órgãos públicos

Saúde reforça capacitação de assistência contra dengue

Inscrições para cursos gratuitos de idiomas encerram na sexta-feira

Projeto estabelece faixa única para beneficiários da Tarifa Social de Energia Elétrica

Infarto mata ex-chefe da casa civil e ex-deputado Caito Quintana

Esportes movimentam temporada nas praias do Paraná

Mais Destaques
"Já são 17 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Junte-se a quem de fato é lido - invista em propaganda onde sua marca ficará visível 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)