Cidade

Café Literário tem edição extra com coordenadora de Letras Libras

| 07/12/2018 - 18:00

Café Literário tem edição extra com coordenadora de Letras Libras

No bate papo com as acadêmicas, a docente relatou sobre momentos importantes em seus 33 anos de atuação na educação

Uma edição especial do talk show Café Literário foi gravado pelas acadêmicas Danielly Carolinny Pinheiro Melim e Gisleine Fernanda Alves, do curso de Letras Língua Portuguesa e Libras da FAG Toledo. A entrevistada desta, que é a última edição do ano foi a coordenadora do curso Janice Salvador, que também é coordenadora pedagógica da FAG Toledo. As acadêmicas iniciaram o bate papo resgatando alguns pontos importantes da carreira da docente, que é professora do Ensino Fundamental há 33 anos. Em diversos artigos e na dissertação de mestrado, Janice trabalhou com temas relacionados à violência, infância e educação. “Esses anos de experiência lecionando me fez perceber e tomar conhecimento de muitos dramas e dificuldade vividos por estas crianças. A literatura permite que elas compreendam o que elas sentem, o que acontece com elas e também para que elas aprendam a lidar com estas situações. Fiz uma busca na literatura sobre como a questão da violência vinha sendo trabalhada e na minha dissertação de mestrado fiz uma recuperação histórica do conceito de infância, porque as crianças sempre existiram, mas o conceito de infância não”, explica.

A partir desta pesquisa, a docente chegou a várias reflexões importantes, já trabalhadas com os estudantes de graduação na FAG Toledo. “Percebemos que a violência vem desde muito cedo como matéria da literatura infantil e juvenil e auxilia os leitores para que eles se conheçam, conheçam o outro e aprendam a lidar com estas situações conflituosas”, lembra.
Durante a entrevista, as acadêmicas lembraram uma frase que marcou uma das aulas de Literatura Brasileira, onde Janice afirmou que a infância não é o melhor momento da vida. “Existe certa ilusão sobre a infância, que é alimentada porque não temos a menor possibilidade de retornar ao passado e nos faz criar uma relação romantizada da infância, uma fuga do que seria o momento ideal da nossa vida”, reflete.
Janice também relatou sobre outros pontos de sua carreira docente, do Ensino Fundamental ao Superior e também sobre sua recente carreira na política. A docente também é vereadora do município de Toledo.
A entrevista completa deverá ser lançada na próxima semana no Youtube e na página do Facebook Letras Libras: As nossas línguas e em outras redes sociais dos acadêmicos. Nestes dois ambientes virtuais estão disponíveis todos os programas do projeto realizado em 2018.
Fonte: Alvaro Soares, assessor de imprensa da FAG-Toledo
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cidade'

Gilberto Turetta é eleito para presidência da UTAM

Bolivianas que treinam em Toledo participam de seletiva

Workshop da Sala do Empreendedor: ainda dá tempo de se inscrever

Voluntários limpam a Sanga Pyahu/Cerro Corá

Plano Diretor terá oficinas comunitárias

Conferência sobre Energias Renováveis será realizada em Toledo

Vereança Oestina pleiteia redução do custo da energia elétrica

Câmara decide a implantação de câmeras de segurança nas escolas de Toledo

Prefeitura e UTFPR de Toledo discutem ações de sustentabilidade

Prefeitura realiza Cadastramento Habitacional em Novo Sarandi

Mais Destaques
"18 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)