AgroGazeta

Milho deve manter preços atuais no Brasil

Agrolink | 07/01/2019 - 14:50

Milho deve manter preços atuais no Brasil

De acordo com projeção da T&F Consultoria Agroeconômica, o mercado interno de milho no Brasil deverá manter nos níveis atuais para a safra de verão até meados de junho. Segundo o analista Luiz Fernando Pacheco, isso ocorre porque a área plantada foi menor, e agora ainda apresenta pequena quebra.

“Com isto, os preços estão subindo e os produtores, entusiasmados, deverão aumentar a área de milho safrinha e, assim, aumentar também a oferta, que, espera-se (esta é a fotografia atual) deverá pressionar os preços, que poderão despencar a partir de julho. Já ouvimos analistas falar que poderão cair abaixo de R$ 32,00 FOB, talvez menos (nos estados do Sul) ou R$ 35,00 CIF preços que não compensarão guardar o produto armazenado”, explica Pacheco.

O especialista aponta que a elevação dos preços das últimas semanas, somada às notícias de problemas climáticos em algumas lavouras, fez com que os vendedores simplesmente saíssem do mercado, à espera de preços melhores: “Negociações de lotes, praticamente nenhuma. O que há é o abastecimento regular de granjas, em pequenos lotes da ‘mão-para-a-boca’, para manter a alimentação diária dos animais”.Já na exportação, destaca ele, os preços estão em queda, embora haja demanda internacional. “A Argentina deve recuperar volume, nos EUA o etanol está com conta negativa, devendo reduzir a demanda interna pelo cereal. Isto deve aumentar os estoques internos americanos e fazer pressão sobre os preços externos. A perspectiva do preço mundial, portanto, é do nível atual, para mais baixo”, conclui.

    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'AgroGazeta'

Oeste aposta em conselhos para aproximar PR do status de livre de aftosa

China e commodities lideram aumento das exportações brasileiras

Sojicultores do Paraná mantêm produtividade durante estiagem

Soja ainda dá 21,24% de lucro ao produtor

Agropecuária do Paraná faturou R$ 69 bilhões em 2018

Colheita de soja no Paraná alcança 10%, afirma Deral

FMC apresenta conceito de inovação aliada a performance nas feiras agrícolas do Paraná

FAEP orienta produtores quanto ao CAEPF da Receita Federal

Quebra da safra de soja deve passar de 30% no Oeste e Sudoeste do Paraná

Quebra da safra de soja deve passar de 30% no Oeste e Sudoeste do Paraná

Mais Destaques
"Já são 17 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo. Junte-se a quem de fato é lido - invista em propaganda onde sua marca ficará visível 45 9.91339499"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)