Regional

Crea-PR vai fiscalizar montagem do Show Rural Coopavel

Assessoria | 30/01/2019 - 14:00

Crea-PR vai fiscalizar montagem do Show Rural Coopavel

O Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Paraná estará no parque, quinta-feira, dia 31, a partir das 9 horas, antes da abertura do evento, fiscalizando a preparação dos estandes e orientando ações

O Show Rural Coopavel 2019 espera receber um público que pode chegar a 250 mil pessoas entre os dias 4 a 8 de fevereiro. Um alto número de visitantes em uma das maiores feiras de inovação e tecnologia do agronegócio exige uma rigorosa fiscalização na montagem de toda a estrutura, desde estandes até a parte elétrica.

Pensando nisso, fiscais do Conselho Regional de Engenharia e Agronomia – Crea-PR, estarão no parque a partir das 9 horas da quinta-feira, dia 31 de janeiro, para fiscalização das obras de montagem e para orientações gerais. “O Show Rural Coopavel é um grande evento, importante não só para nossa região, mas para o desenvolvimento do país. Sempre tivemos uma boa parceria com a feira, e a questão na segurança de todos, dos visitantes, dos expositores e até dos animais que estarão em exposição é de fundamental importância para nós”, ressalta Geraldo Canci, gerente do Crea-PR em Cascavel.

“Olharemos, sobretudo, a montagem de estrutura metálica, instalações elétricas temporárias, instalações de equipamentos de ar-condicionado, montagem de estandes, projeto de prevenção contra incêndio, entre outras”, explicou o gerente. “Para termos ideia da dimensão dos cuidados que devemos ter, somente a cobertura das ruas que cortam o parque chega a 15 quilômetros”, continua ele.

Profissional habilitado

Por se tratar de um evento de grande porte, com número elevado de pessoas transitando no local e 520 expositores, é imprescindível zelar pela segurança e bem-estar da sociedade. E, para isso, se faz necessária a participação de responsável técnico habilitado para a execução de inúmeras atividades relacionadas à engenharia na feira.

“A falta de um profissional habilitado no acompanhamento das atividades executadas pode ocasionar riscos à população. Existem vários exemplos de acidentes com vítimas ocorridas em feiras e eventos desse porte. Um dos principais riscos nas instalações temporárias é a descarga elétrica ocasionada pelo manuseio incorreto dos cabos. A falha instalação dos fios elétricos pode provocar um curto-circuito, gerando danos materiais, incêndio e, em alguns casos, vítimas fatais”, finaliza Canci.

    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Regional'

Gaeco prende quatro investigadores e um agente de carceragem

Chefe de gabinete da prefeitura é preso pelo Gaeco recebendo dinheiro de empresário

Sistema Fiep premiará ações que contribuem para uma educação de qualidade

Prefeitura apoia projeto do IFPR que levará planetário às escolas

Grande público marcam abertura da Copa Coamo 2019

Inadimplência das empresas teve a menor alta em 18 meses

Governo do PR repassa informações erradas para a imprensa sobre a data-b

Empresa incubada no PTI cria aquecedores sustentáveis para aviários da região

Nova ponte em Foz vai reforçar o comércio entre Paraná e Paraguai

Dois prefeitos lindeiros vencem Prêmio Sebrae Prefeito Empreendedor

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)