Política

MPF investiga ex e atual presidentes da Funai por improbidade

| 06/02/2019 - 16:10

O Ministério Público Federal (MPF) em Dourados (MS) instaurou inquérito para apurar eventual prática de atos de improbidade por Wallace Moreira Bastos e pelo general Franklimberg Ribeiro de Freitas, presidente da Fundação Nacional do Índio (Funai). A ex-diretora de Proteção Territorial, Azelene Inácio, também será investigada.
Wallace esteve à frente da Funai de abril de 2018 a janeiro de 2019. Franklimberg foi presidente da Funai de maio de 2017 a abril 2018 e retornou ao cargo este ano.
Os procuradores analisam a responsabilidade dos gestores pelo descumprimento de um termo de ajustamento de conduta firmado há 11 anos. O termo previa a constituição de Grupos de Trabalho, estudos antropológicos e a demarcação de terras indígenas no sul de Mato Grosso do Sul.
Em 2011, a Justiça Federal chegou a cobrar o cumprimento do acordo. A Funai elaborou um novo cronograma de ações, mas, de acordo com os procuradores, esse cronograma também foi descumprido. A multa aplicada à instituição pelo descumprimento do acordo já chega a cerca de R$ 3,4 milhões.
O Ministério Público Federal considera que a ausência de ação configura improbidade administrativa. Procuramos a Funai para comentar o caso, mas até o fechamento desta reportagem, não obtivemos resposta.
Desde o dia 1º de janeiro deste ano, a identificação, a delimitação e a demarcação de terras indígenas deixaram de ser responsabilidade da Funai. Agora são atribuições do Ministério da Agricultura.
Fonte: Juliana Cézar Nunes/Rádio Agência Nacional
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Política'

Relator da reforma da Previdência na CCJ faz mudanças no parecer

Funcionalismo estadual entra em greve no dia 29 para exigir a data-base

Amadorismo do governo levou a desgaste desnecessário, diz Rubens Bueno

Reforma administrativa proposta pelo governo é aprovada em 1º turno

Reforma administrativa proposta pelo governo é aprovada em 1º turno

Brasil formaliza saída da Unasul para integrar Prosul

Governo anuncia R$ 500 milhões do BNDES para caminhoneiros autônomos

Governo anuncia R$ 500 milhões do BNDES para caminhoneiros autônomos

Brasil formaliza saída da Unasul para integrar Prosul

Prefeito participa da 22ª Marcha dos Prefeitos

Mais Destaques

Economia

No Mês da Indústria, Sistema Fiep apresentará dimensão de seu trabalho

Gente X Poder

Licenças ambientais

Esporte

Conheça o massagista Jheison e o auxiliar de comissão técnica Jonh

Estado

Paraná se prepara para o crescimento do uso de carros elétricos

Regional

Maripá adquiriu maquinários com recursos do Governo Federal

"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)