Política

Articulação entre governo e Congresso ganha força com início do ano legislativo

| 11/02/2019 - 19:30

Novas regras para a aposentaria, leis mais rígidas contra o crime organizado, prisão em segunda instância, independência do Banco Central, alterações no sistema S e a flexibilização do porte de armas de fogo.
Esses são alguns dos temas que devem entrar em pauta no Congresso Nacional neste primeiro semestre.
Com o início do ano legislativo, as articulações entre governo e Congresso ganham força.
O presidente Jair Bolsonaro já definiu algumas de suas prioridades e anunciou a reforma da Previdência como pauta central neste inicio de governo.
Fonte: Rádio Agência Nacional
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Política'

Bolsonaro nomeia militares na Itaipu

Senado cria Subcomissão das Pessoas com Deficiência

PEC da Previdência começa a tramitar no Congresso Nacional

Assembleia Legislativa anuncia a composição das 26 Comissões Permanentes

Paulo Guedes: políticos entenderam que reforma da Previdência é inadiável

Senado aprova criação de política nacional para busca de desaparecidos

Câmara aprova suspensão de decreto sobre sigilo de documentos

Senado aprova projeto que proíbe casamentos de menores

Governo brasileiro anuncia ajuda à Venezuela

Bolsonaro indica senador do MDB para ser líder do governo

Mais Destaques

Estado

Exportações paranaenses de caminhões crescem 244% em janeiro

Moda

Estilo Sensual/Sexy

Geral

Ministério Público e entidades estaduais firmam Pacto pela Infância

Cidade

Comissão Intersetorial discute Educação Ambiental

Esporte

Palotina e Santa Helena estarão na Copa Integração

Segurança

PRF e Denarc apreendem 34 pistolas e 2.300 munições no oeste paranaense

Gente X Poder

Cidade melhor para se viver

Economia

Número de empresas abertas no Paraná cresce 14% em janeiro

"18 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)