Gente X Poder

Hospital Regional, um EMBUSTE sem remédio

| 28/02/2019 - 18:00

Hospital Regional, um EMBUSTE sem remédio

Cadeira da Vergonha
A proposta que a SESA apresentou em reunião com o prefeito Lúcio de Marchi e demais gestores é obvia. Nenhuma novidade. Foi à conclusão que tanto os vereadores como a própria imprensa sinalizam há anos. Populares já deram essa solução pelas redes sociais. Médicos, profissionais da saúde também já sinalizaram isso nos últimos anos. Virei e revirei a reunião e não encontrei nem cheiro de novidade. Uma constatação, os gestores não acompanharam a imprensa nos últimos anos. Qualquer comunicador que abordou o assunto com seriedade, se ouvido, poderia ter evitado a cadeira da vergonha.
Remendo Antigo
Chama os municípios para a responsabilidade, curso de medicina utiliza como escola. O erro não está na solução apontada pelo novo secretário de Estado da Saúde. O caso é que Toledo não precisaria passar essa vergonha nem no crédito nem no débito. Olhar o obvio, deixar os egos e acusações de lado parece uma página difícil de ser virada. Quem é que tem a dificuldade de aceitar e executar essas constatações em Toledo? Sentamos na cadeira da vergonha para ouvir o que já sabíamos.
Receita de Bolo
A imprensa em especial, estampou e narrou a receita do bolo diversas vezes. Nenhum líder reivindicou a paternidade da criança. Salvo tentativas isoladas de alguns vereadores, porém sem esforços consideráveis e com algum sucesso. Foram importantes debatedores, mas ninguém pegou a obra pelo braço e seguiu rumo a abertura de fato. Se fosse fácil qualquer um teria feito? Líderes não são quaisquer e falharam. Até uma CPI instituída teve um relatório "mandraque", pois só relatou mandos políticos e não solução.
Defenestrados
É fato que alguns dos líderes que defenderam na época a construção do HR foram defenestrados ou engolidos no processo político. Quem sobrou nunca quis entender a importância e nem muito menos venceu as barreiras do município e do diálogo para a reabertura. O adolescente Hospital Regional, sem pai, cresceu sem supervisão, abandonado do ventre e lembrado apenas nas datas que antecederam a urna. Quem literalmente sonhou com a obra não teve forças para fazer abrir as portas de um projeto que nasceu vergonhosamente morto para sua finalidade e serve de escora para políticos.
Forasteiro
Houve até importação de secretário de saúde de outra cidade para resolver o "problema". Reuniões, coletiva, justiça e mais vergonha. O rejeitado hospital seguiu um legado vergonhoso e muito longe da sua missão primeira: salvar vidas. O gestor forasteiro até que tentou, mas nem de longe deu conta do emaranhado de explicações incompreensíveis e fabricadas a cada nova entrevista. Trocou de cargo para assistir de forma passiva a vergonha da cidade que o acolheu na imprensa local, regional e nacional. Tentou de forma frustrada ser o salvador do HR, mas ficou marcado mesmo pelas falsas expectativas proferidas de forma petulante.
Paternidade
A tão bastarda paternidade do Hospital Regional pode cair no colo de um desconhecido que tem se apresentado para Toledo nos últimos meses, o deputado estadual Marcel Micheleto. Ele tem se demonstrado disposto a assumir a causa, mas terá que provar que tem muito mais que boa intenção até mesmo porque nasceu em Toledo. Talvez o ex-prefeito de Assis Chateaubriand tenha lido ou ouvido a receita arroz com feijão e coloque em prática o óbvio mais essencial para um desfecho menos vergonhoso para o gigante abandonado.
Terceirização
Na última semana foi preciso o poder judiciário lembrar que nem de longe é o culpado pelo abandono da obra, muito pelo contrário, o próprio MP tem sido o fiscalizador que o legislativo não conseguiu ser. De TAC em TAC Toledo vai financiando crédito para passar a vergonha que não merecia vivenciar. Se terminar sem prisões ou sanções, a honra do dinheiro público e dos mortos na fila de leito não será lavada. Há uma ferida aberta há 18 anos que a cada dia, se expande por falta do principal medicamento: Respeito!
Links – imprensa:
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Gente X Poder'

Guardas Municipais em Brasília

Eleições no Progressistas

Médicos sem especialidade atendendo no Ciscopar?

Progressistas tensos?

A revolta dos “togados”

CPI do lixo

Liberação de recursos do estado

Minirreforma?

Troca-troca e demissão avista?

Quem será o vice-prefeito?

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)