Política

Witzel diz que presos no caso Marielle podem fazer delação

| 13/03/2019 - 15:00

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, participa de entrevista coletiva sobre o caso Mariell

O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel, disse hoje (12) que Ronnie Lessa e Elcio Vieira podem fazer delação premiada. Os dois foram presos acusados de matar a vereadora Marielle Franco e seu motorista, Anderson Gomes.
“Estes que foram presos hoje certamente poderão pensar em uma delação premiada. Isto faz parte da investigação com os avanços surpreendentes da Lava Jato, utilizando estas técnicas de investigação”, ressaltou.
Segundo Witzel, a Polícia Civil utilizou métodos criados pela Operação Lava-Jato para poder chegar aos dois presos de terça-feira.
“A Lava-Jato tem sido um exemplo. A investigação tem de ser fragmentada para que resultados apareçam. Tenho certeza de que nós avançamos muito e vamos avançar mais ainda”, disse o governador durante a entrevista coletiva no Palácio Guanabara.
Lessa e Vieira foram presos nas primeiras horas da manhã. Ambos são suspeitos de serem os responsáveis pelo assassinato da vereadora Marielle Franco (PSOL-RJ) e Anderson Pedro Gomes, em 14 de março, no centro do Rio.
O carro em que estava Marielle e Anderson foi atingido por 13 tiros. A vereadora foi morta com tiros na cabeça e o motorista foi alvejado pelas costas. Uma testemunha, que trabalhava com Marielle, sobreviveu ao ataque.
Fonte: Agência Brasil
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Política'

Flórida permite que professor porte arma em sala de aula

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)