Regional

Brasil e Paraguai reforçam Integração regional a partir do modelo da Itaipu

| 13/03/2019 - 15:20

Marito e Bolsonaro na reunião bilateral: questões de interesse dos dois países. (Foto: Alan Santos/P

Os presidentes do Brasil, Jair Bolsonaro, e do Paraguai, Mario Abdo Benítez, sinalizaram que as discussões para a revisão do Anexo C do Tratado de Itaipu e a construção de duas novas pontes entre os dois países, já confirmada, acontecerão “no mesmo espírito de entendimento construtivo que tem caracterizado esse importante projeto binacional”, em referência à hidrelétrica líder mundial em geração de energia, construída e administrada pelos dois países.
A declaração conjunta foi feita nesta terça-feira (12), em Brasília (DF), após a segunda reunião bilateral entre os dois chefes de Estado. A primeira ocorreu na usina de Itaipu, há 15 dias, durante a posse do novo diretor-geral brasileiro, general Joaquim Silva e Luna, com a presença de ministros e diversas outras autoridades. Foi a primeira vez que uma posse de diretor-geral da Itaipu contou com a participação dos dois presidentes dos países sócios no empreendimento.
Nesta terça-feira, também participaram do encontro os ministros Sérgio Moro (Justiça e Segurança Pública), Paulo Guedes (Economia), Tarcísio Freitas (Infraestrutura) e Ernesto Araújo (Relações Internacionais), além do chefe do Gabinete de Segurança Institucional, general Augusto Heleno Pereira. O general Silva e Luna integrou o grupo de trabalho do presidente Bolsonaro para a reunião bilateral.
Em Brasília, Bolsonaro e Marito (como é mais conhecido o presidente paraguaio no país vizinho) reafirmaram o compromisso de incentivar o desenvolvimento regional com obras estruturantes e medidas drásticas para combater o crime organizado na região, como já vem ocorrendo com a prisão de bandidos de facções criminosas brasileiras no Paraguai e a entrega para o Brasil.
O presidente Bolsonaro chamou a atenção para o bom relacionamento entre as duas nações. “Estamos tratando de questões de interesse dos nossos países, entre eles a Itaipu, o combate ao crime organizado, e o caso de refugiados da Venezuela e exilados políticos”, afirmou o presidente.
Bolsonaro destacou também o projeto de produção de peixes no reservatório de Itaipu. “Temos a possibilidade de aproveitarmos esse mar de água doce para produzirmos até 400 mil toneladas de peixe por ano, o que praticamente dobraria o que temos hoje na nossa piscicultura”.
O presidente brasileiro também se comprometeu a retribuir a visita ao colega paraguaio. “Com toda a certeza, será o lançamento da pedra fundamental de uma das pontes em que nós construiremos juntos, reforçando a questão comercial e a capacidade de locomoção de nossos povos. Estamos perfeitamente irmanados para fazer o melhor para o Brasil e para o Paraguai”, acrescentou.
O presidente paraguaio se disse muito contente com o resultado da reunião bilateral e destacou que os dois países, hoje, compartilham a mesma visão para o desenvolvimento da região. “As relações diplomáticas internacionais não devem apenas se pautar por interesses, mas sim por princípios e por valores”, afirmou.
Segundo Marito, foi possível avançar em temas específicos, principalmente com relação à construção da segunda ponte entre o Brasil e o Paraguai, 53 anos após a inauguração da Ponte da Amizade, na fronteira que une Foz do Iguaçu a Ciudad del Este. “Ela será financiada por uma obra que demonstra o talento de nossos povos que, juntos, construíram a maior usina em geração de energia do mundo”, disse.
Para o presidente do Paraguai, a integração regional é um processo irreversível. “Temos uma economia que se complementa com a economia brasileira. Como países, podemos nos desenvolver conjuntamente gerando competitividade com a integração entre cadeias produtivas”, finalizou.
Fonte: Assessoria de Comunicação da Itaipu
Galeria de fotos
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Regional'

Homem é autuado por criar jacaré em cativeiro em Santa Helena

Fiscalização apreende sementes de milho híbrido no Oeste do Paraná

Após desabamento em Cascavel, inspeção predial deve virar lei

'Maníaco da Torre' é condenado a 21 anos e 4 meses de prisão

Palotina investe no Parque Industrial

Maripá fará coleta de lixo eletrônico

Lançada cooperativa de energias renováveis no oeste do Paraná

Brasil e Paraguai reforçam Integração regional a partir do modelo da Itaipu

Prefeitura de Maripá faz recapeamento na cidade

Terra Roxa emite alerta para “síndrome mão-pé-boca”

Mais Destaques
"18 milhões de acessos no site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)