Cidade

Movimento busca fortalecimento e garantia de direitos da causa Down

Redação | 29/03/2019 - 15:30

Movimento busca fortalecimento e garantia de direitos da causa Down

Na semana do último dia 21, Dia Internacional da Síndrome de Down uma exposição realizada pelo Movimento Re Criare Down, contou com fotos e apresentações musicais voltadas a visibilidade da Síndrome de Down, o que promoveu a inclusão de das famílias. Nesta terça-feira (26) uma reunião estabeleceu os próximos passos do movimento.

São mães, pais, amigos e simpatizantes da luta pela causa Down unidos em defesa dos direitos e da qualidade de vida das pessoas com a síndrome, que no Brasil chegam a quase 300 mil pessoas.

Depois do diagnóstico começa uma luta pela garantia dos direitos que amenizam os impactos da alteração genética. A luta ganhou força em Toledo. Juntos, familiares, profissionais e amigos criaram o Movimento que nas primeiras ações já conquistou ótimos resultados.

Um dos principais ganhos com a organização do Movimento é a identificação das necessidades coletivas, bem como o trabalho de orientação e acolhimento das famílias que descobrem a síndrome e precisam ter contato com uma nova realidade e assim humanizar o processo e oportunizar que as famílias tenham acesso a políticas públicas que tenham continuidade.

Os vereadores Marcos Zanetti e Marli Gonsalves da Costa participaram do encontro que discutiu a criação de leis e o fortalecimento da rede de atendimento tanto na saúde como na educação pública. Uma discussão ampla, traçou estratégias e balizou construção de leis que garantam os direitos e iniciativas que garantam a dignidade e a qualidade de vida.

Depois de ouvir dos pais os principais desafios encontrados para a inclusão e atendimento, em especial as crianças com Down, Marcos Zanetti pontuou que a rede pública precisa ter o devido preparo para comunicar e agir imediatamente diante de um diagnóstico. “Como legisladores precisamos estar atentos e sensíveis a causa, sempre buscando leis que auxilie na garantia do atendimento e especialmente da inclusão social”, resume.

Os vereadores encaminharam as discussões sobre os projetos que devem apresentar nos próximos dias e afirmaram a importância de sensibilizar os demais legisladores e a população em relação ao fortalecimento da causa.

PRIORIDADE E RECONHECIMENTO - Um dos primeiros passos será propor o título de utilidade pública para que o trabalho do movimento tenha mais facilidade na realização de eventos e também na implantação de ações que possibilitem a inserção social. “Temos que atentar para que as crianças tenham atendimento prioritário e que toda a rede esteja disponível e orientada para ajudar a família com estes desafios”, argumentou.

SÍNDROME DE DOWN - Causada pela presença de três cromossomos 21 em todas ou na maior parte das células de um indivíduo. Isso ocorre na hora da concepção de uma criança. As pessoas com síndrome de Down, ou trissomia do cromossomo 21, têm 47 cromossomos em suas células em vez de 46, como a maior parte da população.

    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cidade'

novo site

Livro resgata visão de futuro e trajetória de Willy Barth.

O Brasil recicla menos de 15% dos resíduos industriais e domésticos, orgânicos e não orgânicos.

Construção da sede da APAC em Toledo esta acelerada

Nota de esclarecimento sobre ajuizamento de ação civil pública pelo ministério público em razão da o

NOTA PÚBLICA EM REFERÊNCIA A PROPOSITURA DE AÇÃO CÍVIL POR IMPROBIDADE ADMINISTRATIVA DO MINISTÉRIO

DR. Sandres Sponholz fala sobre o pedido de improbidade do ex-prefeito Beto Lunitti e do atual Lúcio

Edital N° 01/2019

Município de Toledo assina TAC para criação de Coordenação de Defesa e Proteção Animal

Bazar aquece as vendas para o dia das mães em Toledo

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)