Moda

O significado que as cores têm nos uniformes e roupas de diferentes profissões

| 09/05/2019 - 09:55

O significado que as cores têm nos uniformes e roupas de diferentes profissões

Alguns empregos possuem, como obrigação, um certo tipo de uniforme ou roupa padronizada. São os casos de motoristas, policiais, bombeiros e até garçons, que fazem isso por diferentes motivos. A escolha da cor, e também do estilo, é mais significativa do que as pessoas costumam imaginar. Essa padronização leva em conta a importância, a função e, principalmente, qual imagem o profissional quer passar.

Com essas diretrizes, a indústria têxtil de uniformes se transformou num segmento importante no mercado. No Brasil, o setor é um dos que mais cresce, com taxas que atingem quase 114% em comparação com anos anteriores. Atualmente, existem mais de 2 mil empresas neste ramo, como mostra a reportagem do portal Tátil. É uma área com alto índice de criação de empregos, um ponto essencial na economia brasileira.

Assim, é possível entender que os uniformes são ferramentas importantes, até mesmo economicamente. Porém, o maior foco está no significado das roupas que os profissionais vestem, principalmente nas cores escolhidas. Elas traduzem muito a função da pessoa, e como deve ser vista pelo público ao redor. Enquanto algumas são mais discretas e simples, outras podem ir para o caminho contrário, com o objetivo de chamar bastante atenção.

Os profissionais que lidam com emergência, como exemplo, precisam demonstrar certa autoridade e presença nos locais que estão. Por isso, os bombeiros costumam ter cores mais chamativas, como amarelo ou vermelho. Dessa forma, as pessoas conseguem, mesmo de longe, identificar esse tipo de profissional. É um facilitador para que o público possa pedir ajuda imediata, ou apenas saber que tal serviço está presente naquele local.

O discreto e sofisticado

Entre as cores mais utilizadas está o preto, e por diferentes motivos. A cor sempre é associada a algo mais sofisticado, moderno e discreto. Alguns uniformes buscam exatamente unir essas funções na imagem do profissional. Por exemplo, um motorista particular precisa ser quase invisível, e ao mesmo tempo, sofisticado. Então, os profissionais desta área, quase sempre, estão com um terno de tom preto, ou bastante escuro.

O mesmo acontece com garçons e sommeliers de restaurantes, ou eventos, mais sofisticados. Eles quase sempre estão de preto, justamente para não chamarem a atenção no local de trabalho, porém com toda a elegância possível. Essa padronização é tão tradicional, que o smoking preto com uma gravata de borboleta virou uma espécie de símbolo para esse profissional da área de atendimento, como mostra a reportagem da revista GQ Brasil.

No ramo do entretenimento, as roupas pretas são essenciais. Os cassinos mais sofisticados têm como costume os uniformes escuros e discretos. O crupiê, por exemplo, é um profissional que passa a ideia de sofisticação e neutralidade, duas características que combinam com o preto. A tradição é tão importante que até mesmo em jogos virtuais, como o cassino online da Betway, os crupiês sempre estão de preto na transmissão de streaming.

Os policiais também estão na lista das profissões que utilizam o preto, e são uma referência por isso. Os filmes e séries, como o popular Tropa de Elite, retratam os oficiais com roupas escuras e discretas. No Brasil, a situação é um pouco diferente, mas que pode ser usada como exemplo. Apenas os esquadrões especiais, e mais bem treinados, costumam utilizar cores mais escuras. Já os policiais de rua ficam com cores mais simples, como o azul claro ou até mesmo o cinza.

Neutro e limpo

Se o preto passa toda a ideia que falamos, o branco faz a função quase oposta. Os profissionais que escolhem esta cor costumam buscar a simplicidade, a pureza e a neutralidade. Por exemplo, médicos e enfermeiros têm como uniforme roupas mais claras, como o branco. A ideia é justamente pela função do profissional, ou seja, prestar ajuda e serviço de cuidar da vida.

O branco também está presente em astronautas, cozinheiros, cientistas e outras diferentes profissões. É uma cor neutra que atinge diferentes objetivos por representar também a limpeza. Por isso, o branco também possui funções mais técnicas, como o cuidado de higienização de alguém que trabalha em um laboratório ou em uma cozinha.

Por isso, da próxima vez que identificar um profissional, preste atenção como o estilo da roupa define bastante a função e o serviço prestado. As cores são essenciais no cotidiano das pessoas, seja por motivos mais simples ou mais complexos. A cor que você utiliza pode dizer muito sobre a sua carreira.

    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Moda'

O significado que as cores têm nos uniformes e roupas de diferentes profissões

NEXT Coaching e Consultoria

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)