Cultura

Isaac Karabtchevsky marca 29 anos da Sinfônica do Paraná

| 25/05/2014 - 00:00

Isaac Karabtchevsky marca 29 anos da Sinfônica do Paraná

Como acontece todos os anos, há quase três décadas, a Orquestra Sinfônica do Paraná brinda o público com um concerto no dia de seu aniversário. Desta vez, a apresentação, que marca mais uma etapa na história do grupo musical paranaense, criado há 29 anos, traz a Curitiba o maestro Isaac Karabtchevsky, considerado um ícone brasileiro.
“Estou na Orquestra desde a sua fundação, em 1985, e a cada ano comemorar o aniversário é sempre muito bom, é mais uma etapa vencida. Temos um grupo seleto de artistas e solistas, e para este concerto contamos com a regência de Karabtchevsky, um maestro de renome internacional que nos enobrece com sua presença”, diz Paulo Torres, spalla violinista.
O famoso regente brasileiro, filho de pais russos, nascido em São Paulo, em 27 de setembro de 1934, é hoje um dos nomes mais respeitados no Brasil.
Ele já reuniu 300 mil pessoas em um único concerto que regeu na Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro, em 1973. Seu nome é reconhecido também por suas atuações nos Estados Unidos e Europa.
Desde os anos 70, Karabtchevsky desenvolveu uma das carreiras mais brilhantes no cenário musical brasileiro, atuou por 26 anos como Maestro da Orquestra Sinfônica Brasileira e também em diferentes orquestras e teatros como a Tonkünstler Orchester de Viena, o Teatro La Fenice de Veneza, entre outros.
No início de 2011 o maestro recebeu o convite para dirigir a Sinfônica de Heliópolis, a maior comunidade carente de São Paulo, assumindo paralelamente a direção artística do Instituto Baccarelli.
Atualmente, é também o responsável pela programação artística do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.
--------------------------------------------------------------------------------------------------------------------
Concerto de aniversário será em grande estilo
A Orquestra Sinfônica do Paraná se prepara para receber o público na noite da próxima quarta-feira (28) em grande estilo. O repertório é composto por duas grandes obras de Tchaikovsky.
Abre a apresentação “Romeu e Julieta (Overture-Fantasy)”, uma das peças mais conhecidas do compositor russo. A obra teve três versões escritas pelo próprio compositor com base em críticas feitas por Mily Balakirev, um dos nomes mais importantes da época, que liderava um movimento em prol da música russa, conhecido como Grupo dos Cinco, e que também foi o mentor de Tchaikovsky.
A segunda obra do concerto, “Sinfonia n° 5 em Mi menor, Op. 64” foi composta em 1888 e reflete momentos cruciais da vida do compositor, que naquele período passava por turbulências emocionais. É também uma das mais tocadas e conhecidas peças do repertório erudito.

Galeria de fotos
    SEJA o primeiro a comentar
  • Nome

    E-mail

    Escreva um comentário

Notícias de 'Cultura'

Projeto itinerante usa teatro para conscientizar crianças no trânsito

Balé Teatro Guaíra abre as comemorações dos 50 anos

Living Legends traz espetáculo internacional para Foz do Iguaçu

Atrações culturais vão movimentar o fim de semana em Toledo

Artistas e produtores analisam mudanças na Lei Rouanet

Aquário Municipal estará fechado na sexta-feira Santa e no domingo de Páscoa

Exposições do MON estão entre as mais visitadas do mundo

Crianças comemoram Dia do Livro Infantil em Novo Sarandi

“Museu em Ação” leva público recorde ao Ecomuseu

Foz do Iguaçu faz parte do circuito de estreia do filme Los Silencios

Mais Destaques
"Já foram 19 milhões que acessaram o site do Jornal Gazeta de Toledo- ISENÇÃO E VERDADE!"
(Eliseu Langner de Lima - diretor)
Enquete
Tempo Toledo
Cotações
Compra Venda
Dólar comer.
Euro (real)